Escolha uma Página

Contemplação estética: Schopenhauer e Mondrian

15 / 09 / 2021 | Publicações

Por Maria Lúcia M. O. Cacciola

Já pensaram em aproximar a noção de “estética contemplativa” de Piet Mondrian à “metafísica do belo” de Arthur Schopenhauer?

Pois bem, é isso que nos propõe Maria Lúcia Cacciola, professora doutora aposentada da Universidade de São Paulo (USP). Em seu artigo “Contemplação estética: Schopenhauer e Mondrian” publicado pela revista “doispontos”, Cacciola examina as noções de abstração e contemplação, e os sentidos que tais noções tomam para o artista e o filósofo. Nas palavras da autora, “O progressivo esvaziamento de todo o conteúdo da obra leva à noção da arte abstrata que busca elevar-se à Ideia ou ao universal” (CACCIOLA, Contemplação estética: Schopenhauer e Mondrian, p. 91).

Interessou-se pelo conteúdo e quer acessar o texto integral? A referência para o artigo é a seguinte: CACCIOLA, M. L. O. M. Contemplação estética: Schopenhauer e Mondrian. doispontos, Curitiba, São Carlos, v. 11, n. 1, p. 91-103, abril, 2014.

Não se esqueça de curtir e compartilhar este artigo com seus amigos!