Boas-vindas!

Depois de sua primeira participação em nosso quadro há mais de um ano, temos a incrível oportunidade de conversar mais uma vez com Luiza Helena Hilgert sobre o autor que tem estudado há quase 15 anos. Nesse episódio, conversamos sobre o papel da música na obra A Náusea de Jean-Paul Sartre, passando por um breve período da história do Jazz e seu impacto no protagonista deste livro, Roquentin.

Para acrescentar na discussão, Luiza menciona compositores e cantores de Jazz que inspiraram Sartre na escrita dos momentos descritos da obra, como Sophie Tucker, George Gershwin e Scott Joplin; acentuando ainda mais a importância da música para o deleite, o desvelamento da realidade.

Esperamos que gostem!